logo-abii-site

55 (47) 3305-0732

contato@abii.com.br

Blog da ABii

Entrevista: Evandro Eckile Rodrigues, líder do GT Negócios da ABII

Tempo de Leitura: 5 minutos

Evandro Eckile Rodrigues assumiu a liderança do GT Negócios da Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII) ao lado de Fabricio Petrassem Sousa, em fevereiro de 2021. CEO da I3C Soluções Inteligentes, Evandro conta nesta entrevista um pouco sobre a sua trajetória profissional, os desafios, oportunidade e aprendizados com o caminho. Também avalia a importância da ABII no momento atual e o papel da tecnologia e das pessoas.

Esta entrevista é uma continuidade da série iniciada em 2020, com líderes e diretores da ABII. É uma forma de inspirar e estimular a participação neste movimento de transformação que a associação promove. A ABII completa cinco anos de fundação em agosto de 2021 e atua com o objetivo de promover o crescimento e o fortalecimento da indústria 4.0 e da IIoT (Industrial Internet of Things) no Brasil.

Boa leitura!

::: Leia todas as entrevistas com os diretores e líderes

Conte sobre sua trajetória profissional. Como foi o início e como é hoje?

Evandro – Ingressei no mercado de trabalho em 2001 como estagiário em telecomunicações, um setor totalmente desconhecido para mim à época. Busquei me desenvolver, sempre me apresentava para os projetos de novos equipamentos e, assim, fui crescendo dentro da mesma empresa, com o tempo passei a supervisor, coordenador, gerente, até chegar à gerente estadual e me tornar sócio. Em 2011, decidi concluir esse ciclo. A trajetória e a experiência acumulada me renderam um convite para atuar, então, na unidade de Curitiba, onde tive o desafio de gerenciar as operações de uma equipe enorme, com desafios da mesma proporção. Em 2012, por questões pessoais e desejo de vivenciar uma experiência fora do país, passei seis meses na Europa. Lá, formei a convicção de que teria meu próprio negócio, para implementar minha visão e minhas ideias. Foi o que fiz ao retornar ao Brasil, inaugurando a I3C Soluções Inteligentes, onde sigo até hoje, como CEO, encarando o desafio diário de fazer frente às constantes variações do mercado com foco, direção e êxito.

Você continua estudando? Como o estudo se encaixa na sua rotina atual?

Evandro – Estudo diariamente, interessado em saber sempre mais sobre tecnologia e empreendedorismo. Semanalmente, me dedico à análise de investimentos. Pretendo retomar a jornada acadêmica em um curso de mestrado nos próximos dois anos. Sigo movido pela busca por conhecimento, tanto por motivações pessoais quanto por demandas profissionais.

Qual foi o momento de maior aprendizado profissional?

Evandro – Destaco o período entre 2011 e 2013. Primeiro, na temporada que passei em Curitiba, diante de líderes inspiradores, onde me desenvolvi e me capacitei ainda mais. Depois, quando abri meu próprio negócio, mergulhando em um ambiente que exige reinvenção constante e oferece aprendizados constantes também.

Teve alguma oportunidade que você deixou passar e se arrepende? Ou ao contrário, teve uma oportunidade que você abraçou e só depois percebeu o quanto ela mudou o roteiro da sua vida?

Evandro – Sem dúvida, a oportunidade de empreender, a qual abracei. Antes, eu tinha em mente o modelo peculiar de negócio que almejava, mas nem tudo estava planejado e isso é ao mesmo tempo fantástico e desafiador. Quase oito anos depois, vejo o quanto a decisão de empreender transformou a minha vida. Hoje trabalhamos com objetivos e metas bem definidos, o que não dispensa o trabalho árduo, mas reflete um modo diferente de pensar e agir.

Uma dica para um jovem que está iniciando sua jornada profissional:

Evandro – A dica mais valiosa é buscar conhecimento. E isso sem distinção de onde se está e em quais condições. Não deixe de ser curioso, de estudar, de aprender, de estar sempre buscando. E, além de ter conhecimento, aplique, pratique, pois essa experiência vai te proporcionar alavancas profissionais e pessoais.

Como você chegou a ABII e começou a participar do GT?

Evandro – Por meio de um amigo, Gustavo Baumgarten, que também é membro do grupo de negócios da ABII. Sempre me interessei em participar de associações e estar ligado a causas colaborativas, que possam gerar evolução coletiva, como é a ABII. Neste ano estou reorganizando minha agenda para atuar mais ativamente no GT, oferecer e desfrutar ainda mais os ganhos dessa promissora parceria.

O que faz um líder de GT? Qual a importância destes aprendizados no seu desenvolvimento profissional?

Evandro – Atualmente ele incentiva, direciona, motiva o GT acerca dos direcionamentos da diretoria da ABII. Mas o papel não é hierárquico, é colaborativo. O líder é mais uma figura do ecossistema de colaboração, que instiga os demais. É uma responsabilidade que traz desafios, um deles é potencializar a interação do GT dentro das disponibilidades de cada um. Tenho buscado desenvolver cada vez mais essa habilidade, de facilitar a sinergia de pessoas com o mesmo objetivo, mas disponibilidades diferentes.

Na sua opinião qual a importância da ABII no atual contexto atual do País?

Evandro – A ABII é formada por associados com cases inspiradores. São negócios, líderes e profissionais que têm obtido resultados importantes, a despeito das crises econômica, política e social que insistem em compor um cenário ainda mais desafiador para o Brasil. A ABII presta uma contribuição ímpar no fortalecimento do ecossistema da internet industrial no Brasil.

Especificamente neste momento que ainda estamos enfrentando uma pandemia, qual foi e está sendo o papel da tecnologia?

Evandro – Aparte todas as perdas, danos e prejuízos acarretados pelo novo coronavírus, para a tecnologia esse tempo tem sido de aceleração. Muito do que estamos vivenciando em 2020 e 2021 estava, antes da pandemia, projetado mais adiante. A pandemia acelerou essa convicção de que a evolução é necessária. Novas formas de negócios foram desenvolvidas para atender as demandas desse momento e muitos deles vão permanecer, serão duradouros e servirão como exemplo para novas empresas que estão por vir. Sairemos dessa pandemia sem restarem dúvidas de que um negócio que não dialoga com tecnologia é artesanal, sem escala e de difícil sobrevivência no mercado.

Você acredita que vamos para um outro patamar de utilização das tecnologias da indústria 4.0 e da IIoT após a pandemia?

Evandro – Sim, a pandemia acelerou esse processo, ratificando que a tecnologia veio para ficar e ser aprimorada. Os benefícios estão claros e evidentes, sem distinção de setor, seja industrial, varejista ou de serviços, a tecnologia tem tronado os ganhos exponencias. Alguns desses novos negócios ainda estão sendo testados, mas os que já estão em vigor apresentam resultados contundentes. E, acima de tudo, a tecnologia é um pilar da transformação digital, cada vez mais sólida.

Qual a importância das pessoas na transformação digital?

Evandro – Na I3C as pessoas são colocadas em destaque, como protagonistas, tanto dos nossos processos internos quanto dos projetos que construímos com nossos parceiros clientes. Somos movidos pela convicção de que não existe transformação digital sem pessoas. Assim como mencionei a tecnologia como pilar anteriormente, cito as pessoas também. O tripé é composto por tecnologia, pessoas e processos. Na transformação digital, as pessoas envolvidas têm olhar mais analítico, mais crítico, mais autônomo em relação à tomada de decisões. Essa evolução é um paradigma para os recursos humanos.

Quem é seu guru, sua grande inspiração na vida? O que você aprendeu?

Evandro – Eu destaco duas pessoas. O Reynaldo Rosa, profissional com o qual tive o prazer de trabalhar em minha fase profissional de Curitiba, num período intenso de muito aprendizado, em que diante dos contextos mais desafiadores sempre me brindou com direcionamentos claros, ele tem meu total respeito. E minha esposa, Roseméri Rosa, engenheira de produção com quem compartilho a jornada na I3C, por ser uma das pessoas mais obstinadas que já conheci, com muito foco e persistência, o que a leva a alcançar todos os objetivos aos quais se propõe. Cito, então, essas duas pessoas: uma me ensinou muito, a outra me ensina diariamente.

Indique um livro (ou um filme, ou uma série, ou um site, ou um canal) que seja inspirador:

Evandro – Indico o livro “Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes”, do Stephen Covey, que contribui de forma bastante didática com quem mira destacar-se, estando alguns passos à frente.

Sobre a ABII

A Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII), fundada em agosto de 2016, atua com o objetivo de promover o crescimento e o fortalecimento da indústria 4.0 e da IIoT (Industrial Internet of Things) no Brasil. Fomenta o debate entre setores privado, público e acadêmico, a colaboração e o intercâmbio tecnológico e de negócios com associações, empresas e instituições internacionais, a partir do desenvolvimento de tecnologias e inovação. A ABII é signatária do Acordo de Cooperação com o IIC (Industrial Internet Consortium), consórcio criado em 2014, nos Estados Unidos, com o mesmo fim, pela IBM, GE e Intel. Buscando inserir o Brasil nesta revolução, Pollux, Fiesc/Ciesc e Nidec GA (empresa detentora da marca Embraco) uniram-se para fundar a ABII.

Fique por dentro das notícias que envolvem a indústria 4.0 e a IIoT no Brasil. Acompanhe o blog da ABII e se mantenha atento às principais novidades e se preferir, associe-se e participe dessa história.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin